Inspiração: Domingo Ortega

Inspiração: Carmen Amaya
19 de agosto de 2019

Inspiração: Domingo Ortega

Nosso artista inspiração de hoje é Domingo Ortega, em quem nosso maestro Fabio Rodríguez se espelhou e tanto admira. 

Ortega nasceu em 1969 em Jerez de La Frontera, onde iniciou seus estudos de dança aos 8 anos de idade. Teve como maestros Cristóbal Fernandez, Fernando Belmonte, José Galván, Manolo Marín e Juanerre.   

Ganhou seu primeiro prêmio aos 18 anos dançando na província de Cádiz e, 1 ano depois, já se tornou solista da Companhia Albarizuela, dirigida por Fernando Belmonte. 

A partir daí, Ortega passou a colecionar prêmios como bailaor, coreógrafo e até um curioso prêmio como cidadão de honra do Senegal. 

Aos 21 anos mudou-se para Madrid para trabalhar com a Companhia de Carmen Cortes, Café de Chinitas e Zambra com “Los 5 bailaores”. Foi artista convidado em tablas como o Café de Chinitas, o Corral de la Morería, a Casa Patas e o El Cordobés. 

Em 1992 passou a colaborar com artistas renomados como Güito, Gerardo Nuñez, Antonio Canales, Antonio Vargas e Luis Dávila, onde desenvolveu o papel principal no Teatro Luisillo de Danza Española. 

Em 1995 criou sua própria Companhia e mais tarde foi convidado a trabalhar com a Companhia de Manuel Soler. 

Bailaor, coreógrafo e diretor artístico, Ortega viajou por diversos países se apresentando e lecionando aulas de Flamenco, incluindo o Brasil em 2008. Em 2015, Ortega viajou com sua irmã, Inmaculada Ortega, para a Coréia do Sul, onde representaram o Flamenco como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade em um evento organizado pela UNESCO. 

Por seu majestoso baile e sua postura irretocável, Ortega é considerado um dos melhores bailaores de sua geração, tendo como forte característica as Bulerias. 

O Flamenco de Ortega é bastante técnico, com limpeza de linhas e movimentos sutis, distante da performance quase que acrobática de alguns bailes modernos. Sabe trabalhar com elementos de importantes bailaores, como Canales, Farruquito e Galván, mas mantem sua personalidade, conhecendo seus limites e mostrando uma dança sem erros e com finalizações impecáveis. 

Ortega está em plena ativa, bailando e lecionando em diversos cursos, em seu “Canal Ortega”, juntamente com sua irmã Inmaculada e ministrará cursos no festival de Jerez de 2020, ótima oportunidade para desfrutar de suas aulas em uma viagem incrível com o Raies!